Nova Ordem Mundial

Revelando a Conspiração Mundial

Em 2009, o Reino Unido espiou os líderes do G20.

Send to Kindle

O governo britânico espiou as chamadas telefônicas e emails dos líderes dos países do G-20, durante a cimeira de 2009, em Londres.

O G20, grupo criado em 1999, é formado pelos 20 países mais industrializados do mundo, isto é, as 19 maiores economias mais a União Europeia. Esse conjunto de economias totalizam 80% do comércio planetário, 90% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial, e 65% do total populacional do planeta.

Em 2008, o G20 reuniu em Washington, nos Estados Unidos da América, e em 2009 em Londres, onde em 25 de setembro de 2009 foi instituído um novo conselho internacional de cooperação econômica.

Reuniao G20 em Londres 2009

Acaba de ser divulgado um relatório publicado pelo diário britânico “The Guardian”, que revela que o centro de escutas britânico, cumprindo ordens do governo de Inglaterra, realizou atos de “espionagem sistemática” para conseguir acesso aos computadores e celulares das altas entidades que assistiram à reunião do G-20, em 2009.

Alguns dos participantes na cimeira foram induzidos a utilizar cafetarias com serviço de Internet, que tinham sido preparadas, como armadilhas, pelas agências de espionagem britânicas, para conseguirem acesso às direções de email.

Este novo relatório foi publicado poucas horas antes da realização da cimeira do G8 (Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Canadá, Japão e Rússia) na Irlanda do Norte.

Todos os líderes que participarão na cimeira do G8 foram vítimas das mencionadas ações de espionagem em 2009, em Londres, durante as reuniões do G20.

Poucos dias atrás, um ex-técnico da  Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos, revelou que essa agência de segurança e espionagem espiou milhões de usuários de internet, em todo o mundo. A justificação das autoridades norte-americanas foi que essas ações de espionagem em massa são um meio para combater o terrorismo.

Fontes: Wikipédia e HispanTV

Send to Kindle
More from blog
Voltar ao início